Arrendar casa – com ou sem mobília? Como decidir?

📘  Artigo escrito por Gaiacasas

  set 20, 2022 | Tempo de leitura 2,43 seg

Arrendar com ou sem mobília



mobilia no terraço

Quando se pensa arrendar uma casa, há sempre fatores a considerar que são, um tanto ou quanto óbvios, como a localização, a dimensão da casa, o preço da renda, entre outros.

Existem, no entanto, questões que não nos ocorrem de forma tão imediata, como é o caso, por exemplo da opção de arrendar uma casa mobilada, ou não.

Como em tudo na vida, existem vantagens e desvantagens em ambas as opções.

Atualmente, o mercado conta com uma oferta de casas mobiladas equiparada à oferta de casas vazias. Portanto, a escolha é exclusivamente sua.

"No entanto, para o ajudar a decidir, elaboramos uma lista de vantagens e desvantagens de ambas as situações. "


casa ilustrado




Arrendar uma casa vazia – vantagens e desvantagens

A mais notória vantagem de alugar uma casa vazia é poder ter maior margem para negociar a renda.

De seguida, pode ser bastante mais apelativo ter um espaço para decorar ao seu gosto, principalmente de o arrendamento é de longa duração.

Mas, como é lógico, precisa contar com o custo inerente a esta opção.

Ou seja, além da renda e caução inicial, precisar arcar com a despesa da aquisição de todos os móveis que pretende ter em casa, ou pelo menos dos essenciais numa primeira abordagem.

O preço médio dos móveis básicos ronda os 200 a 300 euros, e isto contando com a compra feita em lojas bastante acessíveis.

Existe ainda uma desvantagem que é a possibilidade de gastar uma grande quantia em mobiliário que, ao terminar o arrendamento, não é compatível com outra casa.

Isto implicaria que o valor gasto seria a fundo perdido o que não é, do ponto de vista económico, nada agradável.

Arrendar casa mobilada – vantagens e desvantagens

Se a opção for uma casa já mobilada, haverá, garantidamente, uma poupança de dinheiro inicial, para além de ser, realmente, a situação ideal para quem pretende mudar-se e iniciar a sua vida com maior celeridade.

Existe ainda uma grande vantagem de arrendar uma casa mobilada no caso dos arrendamentos de curta duração, como é o caso de estudantes, investigadores ou professores que estão colocados temporariamente numa determinada zona.

Mesmo que um dia pretenda sair dessa casa arrendada, a mudança será apenas dos itens pessoais, por isso, bem mais rápida e económica.

A parte menos boa é que terá que se cingir ao que está disponível, ou seja, não terá a casa ao seu gosto, mas sim com mobiliário escolhido por outra pessoa.

Além disso, os móveis podem não estar impecavelmente conservados.

Uma grande questão é o cuidado que terá que ter com o mobiliário.



A mobília pertence ao proprietário do imóvel, tanto quanto o próprio imóvel.

Como tal, o senhorio tem o direito de esperar que todos os móveis sejam mantidos em bom estado.

É claro que os móveis se desgastam com o tempo e o uso, mas o desgaste considerado normal não inclui riscos, cantos partidos ou outros danos visíveis.

Danos em móveis duma casa arrendada - consequências

É comum que nestes casos o cuidado com a mobília esteja assegurado no próprio contrato de arrendamento a assinar.

Como tal, existindo como habitualmente uma caução que garante direitos e deveres do inquilino e do senhorio, o mobiliário poderá não ser exceção.

Quer isto dizer que, caso faça parte das exigências relativas à caução a manutenção do bom estado dos móveis, poderá ter que arcar com a responsabilidade de qualquer dano no final do contrato, o que implica, por sua vez, que não irá haver lugar à devolução da caução.

Em suma, arrendar casa mobilada pode ser prático e económico em alguns casos.



Mas, se manter móveis em bom estado não é o seu forte, pense bem antes de avançar, pois corre o risco de gastar em vez de poupar.





mobilia na sala

"Evitar os impostos é a única atividade que atualmente contém alguma recompensa"- John Keynes - Economista


copywriter
Gaiacasas

Somos uma equipa apaixonada e motivada com o objetivo de criar uma experiência ímpar a quem compra, vende ou aluga casas. Já são 16 anos a contribuir com dedicação e profissionalismo no sector imobiliário e adoramos partilhar todo o nosso conhecimento com o público em geral.



Obrigado pelo vosso apoio!

A entregar os melhores artigos imobiliários



newsletter

Subscreva a nossa Newsletter

Receba os artigos no seu email semanalmente



Leia mais artigos em Destaque

Prédios altos

Vila Nova de Gaia – prédio mais alto do país, pelo grupo Fortera

Prédio mais alto de Portugal

Quero ler este artigo
Aviso de Burlas de crédito

Como identificar burlas de crédito

Burlas de crédito

Quero ler este artigo
Intermediários de crédito

Intermediários de crédito – quem são e o que fazem?

Intermediários de crédito

Quero ler este artigo
homem a fazer contas do irs

Como solicitar pagamento de IRS em prestações

Pagamento de IRS em prestações

Quero ler este artigo
 Divórcios e o mercado imobiliário

Divórcios e mercado imobiliário: qual a relação?

Divórcios e o mercado imobiliário

Quero ler este artigo
A guerra na Ucrânia e o imobiliário

Como a guerra na Ucrânia pode afetar o mercado imobiliário

A Guerra e o imobiliário

Quero ler este artigo
Finanças

É senhorio? Veja como criar acesso ao Portal das Finanças

Acesso às finanças

Quero ler este artigo
Mantenha-se quente

Frio lá fora? Saiba como ter a casa mais quente

Evite o frio. Mantenha-se quente

Quero ler este artigo
Consultor imobiliário

Consultor imobiliário: o parceiro para o seu negócio

Escolha o Consultor imobiliário certo

Quero ler este artigo

A tecnologia está sempre a evoluir e o ramo imobiliário está em constante mudança.
Queremos garantir que estamos bem posicionados para trabalhar no limiar desta indústria de uma forma significativa para que não nos falte um passo na entrega do melhor produto aos nossos cliente.

SEMPRE A PENSAR EM SI
sempre a pensar em si