Avaliação bancária atinge novo recorde

📘  Artigo escrito por Gaiacasas

  jan 12, 2022 | Tempo de leitura 1,50seg

Avaliação bancária



avaliacao bancaria em portugal

A avaliação bancária, em Portugal, atinge novo recorde, ou seja, 1.272 euros por m2.

Quando se fala em pedir um crédito habitação para comprar uma casa, um dos passos a tomar é a avaliação bancária ao imóvel.

Segundo os dados mais recentes do INE, o número de avaliações bancárias realizadas em novembro subiu 5,7% face a outubro, sendo o valor mais alto desde que há registos pelo instituto de estatística.

“Os números do INE mostram que, em novembro, foram consideradas cerca de 30.000 avaliações bancárias, o que equivale a mais 8,7% que em novembro de 2020."

O valor médio das avaliações bancárias realizadas no âmbito de pedidos de crédito à habitação aumentou, face ao mês anterior, em todas as regiões, à exceção do Alentejo e da Madeira, que mantiveram o mesmo valor.

As maiores variações foram registadas no Centro e no Algarve, com 2,2% e 2,1%, respetivamente.

Do total de avaliações realizadas em novembro, 18.858 foram apartamentos e 10.754 moradias.



avaliacao bancaria




Apartamentos: avaliação sobe 11,9%

No que diz respeito aos apartamentos, o valor médio de avaliação bancária foi de 1.401 euros/m2, tendo aumentado 11,9% em relação a novembro de 2020.

O valor mais elevado foi observado no Algarve (1.701 euros/m2) e o mais baixo no Alentejo (905 euros/m2).

A Área Metropolitana de Lisboa apresentou o crescimento homólogo (em relação a 2020) mais expressivo (11,6%). Já a Região Autónoma dos Açores registou a menor subida (2,0%).

Comparando a outubro de 2021, o valor de avaliação dos apartamentos subiu 1,2%, sendo que a única descida foi registada na Região Autónoma da Madeira (-0,1%).

Por outro lado, foi na Região Autónoma dos Açores onde se observou a maior subida (3,3%).

Moradias: valor médio cresceu 8,1%

O valor médio da avaliação bancária em moradias subiu em relação ao mesmo mês do ano anterior – 8,1%, fixando-se nos 1.031 euros/m2.

O Algarve apresentou o maior crescimento homólogo (10,3%) sendo que o menor ocorreu na Região Autónoma dos Açores (1,2%).

“Os valores mais elevados observaram-se no Algarve (1.758 euros/m2) e na Área Metropolitana de Lisboa (1.694 euros/m2), tendo o Alentejo registado o valor mais baixo (840 euros/m2), referiu o INE."

Em comparação com outubro de 2021, o valor de avaliação aumentou 2,1%. O Algarve apresentou o aumento mais acentuado (6%), tendo o Alentejo apresentado a única redução (-2,2%). “Comparando com outubro, os valores das moradias T2, T3 e T4, tipologias responsáveis por 88,9% das avaliações, atingiram os 976 euros/m2 (mais 20 euros), 1.019 euros/m2 (mais 22 euros) e 1.092 euros/m2 (mais 14 euros)”, apontam.

De forma geral , as maiores subidas mensais registaram-se no Centro e no Algarve, e o maior crescimento homólogo verificou-se na Área Metropolitana de Lisboa.

Em 27 de janeiro, o INE divulgará os dados da avaliação bancária relativos a dezembro, será que o recorde será ultrapassado?

Siga o Blog da Gaiacasas e ficará a par das notícias no imobiliário.






avaliacao em portugal

"Para ganhar basta poupar" - Provérbio popular


copywriter
Gaiacasas

Somos uma equipa apaixonada e motivada com o objetivo de criar uma experiência ímpar a quem compra, vende ou aluga casas. Já são 16 anos a contribuir com dedicação e profissionalismo no sector imobiliário e adoramos partilhar todo o nosso conhecimento com o público em geral.



Obrigado pelo vosso apoio!

A entregar os melhores artigos imobiliários



newsletter

Subscreva a nossa Newsletter

Receba os artigos no seu email semanalmente



Leia mais artigos em Destaque

VPT Valor Patrimonial Tributário

Valor Patrimonial Tributário – tudo o que precisa saber

Valor Patrimonial Tributário

Quero ler este artigo
Crédito à habitação e a Euribor

Crédito habitação indexado à euribor a subir

Crédito à habitação e a Euribor

Quero ler este artigo
Vender a casa sem mediação imobiliária

Vender a casa sem mediação imobiliária – é seguro?

Vender a casa sem mediação

Quero ler este artigo
 Divórcios e o mercado imobiliário

Divórcios e mercado imobiliário: qual a relação?

Divórcios e o mercado imobiliário

Quero ler este artigo
Recibos da renda

O que fazer quando o senhorio não passa recibo da renda?

Recibos da renda

Quero ler este artigo
Recibos verdes

Recibos verdes e crédito habitação: tarefa impossível?

Recibos verdes e crédito habitação

Quero ler este artigo
Investir no imobiliario

Saiba onde e como investir no imobiliário em 2022

Investir no imobiliário em 2022

Quero ler este artigo
Fundo de reserva

Fundo Comum de Reserva: o que é e para que serve

Saiba o que é o Fundo Comum de Reserva

Quero ler este artigo
A Gaiacasas no imobiliário

Saiba tudo sobre a Gaiacasas no mercado imobiliário

A Gaiacasas veio para ficar junto de si

Quero ler este artigo

A tecnologia está sempre a evoluir e o ramo imobiliário está em constante mudança.
Queremos garantir que estamos bem posicionados para trabalhar no limiar desta indústria de uma forma significativa para que não nos falte um passo na entrega do melhor produto aos nossos cliente.

SEMPRE A PENSAR EM SI
sempre a pensar em si