Tudo sobre seguro multirriscos habitação

📘  Artigo escrito por Gaiacasas

  jun 16, 2022 | Tempo de leitura 2,22 seg

Seguro multirriscos habitação



seguro multirriscos é importante para a familia

O seguro mais subscrito pelos portugueses é o multirriscos habitação.

Um dos motivos que leva a que assim seja é o facto de que o seguro de incêndio – obrigatório para os edifícios em regime de propriedade horizontal – é a componente primária do multirriscos.

Além disso, este seguro abrange uma série de coberturas importantes.

Mas, falemos do seguro de incêndio.

Para além da cobertura dos danos do imóvel em caso de incêndio, ficam salvaguardadas também as frações autónomas, bem como as partes comuns do edifício, como elevadores, escadas, telhados e garagens.

Este seguro existe para proteger o património, uma vez que nem todos os proprietários teriam fundos para reparar, ou mesmo reconstruir o prédio em caso de incêndio.

Com este seguro, esse custo fica ao cargo da seguradora, ainda que os danos possam ser resultado de negligência do segurado.

No entanto, o seguro multirriscos habitação contempla o pagamento de indemnização caso ocorram outros danos quer no imóvel, quer no seu recheio.

As seguradoras oferecem um leque de opções no que toca a coberturas.

Para uma decisão informada, convém entender alguns pontos.

Uma coisa é o seguro do edifício, outra é do recheio da casa. Podem ser subscritas ambas as coberturas, separadas ou em conjunto, que é normalmente a opção escolhida.

Quanto ao edifício, entende-se que contempla as paredes e áreas comuns da propriedade. A indemnização irá cobrir os custos de reparação ou reconstrução das áreas afetadas.

“O recheio inclui tudo que fica dentro da propriedade, por exemplo, móveis, quadros, eletrodomésticos e até roupa. A indemnização neste caso irá cobrir o valor da substituição dos bens."


seguros da habitacao




Coberturas adicionais do seguro multirriscos habitação

Outras coberturas que deverá considerar se são adequadas ao seu imóvel:

  • Fenómenos naturais – Cobre os prejuízos causados por tempestades, projeção de objetos pela chuva, neve ou granizo, inundações e aluimentos de terra.
  • Fenómenos sísmicos – Danos causados por terramotos, maremotos ou erupções.
  • Danos causados por água – Cobre danos provocados por avarias na canalização ou esgotos.
  • Furto ou roubo – Cobre os danos causados por roubo ou furto exceto se for praticado por alguém da confiança do segurado que tenha sido autorizado a entrar, por exemplo familiares ou empregados domésticos.
  • Riscos elétricos – Contempla os danos em equipamentos e instalações elétricas por variações de tensão e curto-circuitos.

Existem coberturas adicionais. Por exemplo:

  • Privação de uso – Cobre custos com transporte, guarda de bens e estadia do segurado, caso o imóvel esteja inabitável.
  • Substituição de chaves e fechaduras – Assegura este custo caso haja um roubo ou furto.
  • Responsabilidade civil familiar – Cobre danos e lesões corporais ou materiais causados a terceiros pelo segurado, agregado familiar, empregados domésticos ou animais (excluindo cães considerados perigosos).
  • Assistência ao lar – Estão contempladas intervenções de manutenção, reparação e bricolagem de forma gratuita ou a preços mais acessíveis.

Custos com seguro multirriscos

Quanto aos custos, logicamente, quanto maior a quantidade de coberturas que escolher, mais elevado será o prémio que terá que pagar.

Além disso, a franquia – que é a parte dos prejuízos que fica a cargo do tomador do seguro – também irá influenciar o valor final do prémio.

Se escolher a “franquia zero”, paga mais de prémio, mas irá receber a indemnização a 100%.

Não se esqueça de verificar se a sua seguradora aplica um custo pelo pagamento do seguro ao semestre, trimestre ou mensal.



Na maior parte dos casos, mesmo que fracione assim o pagamento, desde que adira ao débito direto este custo é anulado.

Algo que também altera o custo do seu seguro é a zona onde fica o imóvel, visto que as seguradoras avaliam cada zona quanto ao risco.

Para este efeito, o número de estradas e de corporações de bombeiros da zona, por exemplo, vão fazer variar o valor.

A própria construção do imóvel também tem o seu peso.

Edifícios antigos, sem placa de separação entre pisos e telhado ou com paredes que não são feitas de material incombustível, terão um prémio mais elevado.

Dispositivos de prevenção de incêndios (por exemplo, sprinklers, extintores portáteis, detetores de fumo) e de roubo (portas blindadas, alarmes, sistemas de videovigilância ou porteiro), minimizam os riscos destas ocorrências e são fatores que ajudam a reduzir o custo com o seguro.

Como escolher o melhor seguro multirriscos habitação

Veja o que deve levar em conta ao escolher a melhor opção para si:

  • Cobertura – Os riscos de cada zona quanto a fenómenos sísmicos são diferentes, por exemplo. Caso possua bens de valor muito elevado, como um quadro valioso, talvez deva salvaguardar-se de roubos.
  • Capital seguro – Calcule em detalhe o valor dos bens e edifício. Estimar a mais pode fazer o custo do prémio ser maior, mas estimar a menos também não dá tanta proteção caso exista uma ocorrência.
  • Compare simulações – Informe-se com diferentes companhias de seguros e estude as várias opções, sem esquecer de pesar o efeito da franquia no prémio final.
  • Negoceie prémio, capitais e coberturas – Não se precipite. Talvez uma determinada cobertura não tenha tanto peso como imagina no prémio. Por outro lado, pode descobrir que determinada abrangência de cobertura não justifica o investimento. É importante reduzir e aumentar franquias para ajustar o preço. Coisas pequenas como comprar um extintor para casa podem reduzir o prémio.
  • Tenha em conta necessidades/possibilidades – No fim, o seguro multirriscos certo é o que lhe dá a proteção necessária a um valor que lhe é possível pagar.

Para concluir, Corte os extras que não sejam importantes e não abra mão duma proteção sólida para si, para os seus familiares e bens.




proteger a casa e familia com seguro da casa

"Quanto menos vida pessoal, mais segura e melhor será a vida intelectual."- Arthur Schopenhauer - Filósofo alemão


copywriter
Gaiacasas

Somos uma equipa apaixonada e motivada com o objetivo de criar uma experiência ímpar a quem compra, vende ou aluga casas. Já são 16 anos a contribuir com dedicação e profissionalismo no sector imobiliário e adoramos partilhar todo o nosso conhecimento com o público em geral.



Obrigado pelo vosso apoio!

A entregar os melhores artigos imobiliários



newsletter

Subscreva a nossa Newsletter

Receba os artigos no seu email semanalmente



Leia mais artigos em Destaque

Duas mãos com a chave de casa

Como revogar um contrato de arrendamento

Revogar um contrato de arrendamento

Quero ler este artigo
Contrato do direito de preferência

Direito de preferência na compra dum imóvel – já ouviu falar?

Direito de preferência

Quero ler este artigo
Wc

Como remodelar uma casa de banho pequena

Remodelar a casa de banho

Quero ler este artigo
Comprar casa

Tudo o que precisa saber para comprar casa

Comprar casa

Quero ler este artigo
vender a casa com erros

Vai vender a sua casa? Os 8 erros mais comuns

Como não vender a casa

Quero ler este artigo
Google

Gaiacasas – no motor de busca da Google em Gaia

Motor de busca - Google

Quero ler este artigo
Bases de duche

Ideias para trocar a banheira por bases de duche

Trocar a banheira por bases de duche

Quero ler este artigo
Fundo de reserva

Fundo Comum de Reserva: o que é e para que serve

Saiba o que é o Fundo Comum de Reserva

Quero ler este artigo
construir casas

Guia completo de como construir uma casa

Guia completo do que precisa de saber

Quero ler este artigo

A tecnologia está sempre a evoluir e o ramo imobiliário está em constante mudança.
Queremos garantir que estamos bem posicionados para trabalhar no limiar desta indústria de uma forma significativa para que não nos falte um passo na entrega do melhor produto aos nossos cliente.

SEMPRE A PENSAR EM SI
sempre a pensar em si